Serviço de Psicologia Clínica

Unidade de Psicologia Clínica e Psicoterapias

Localização: Pav.15
Contactos: 217 917 065
Horário de funcionamento: Dias úteis das 08h00 às 17h00
Coordenadora de Serviço: Dra. Noélia Canudo

Acesso à primeira consulta
Através de referenciação médica com origem em entidades externas ao CHPL: médicos dos Centros de Saúde, dos Hospitais e dos subsistemas de saúde;
As consultas de especialidade são também acessíveis através de referenciação por entidade interna ao CHPL.

Inclusão na consulta
Depende sempre da avaliação inicial, efectuada na primeira consulta.

A Unidade de Psicologia Clínica e Psicoterapias é uma Unidade funcional de resposta ao exterior, competindo-lhe, designadamente, proceder à avaliação, diagnóstico e aconselhamento psicológico e implementar e desenvolver programas diferenciados de psicoterapias, contribuindo para a abordagem multidisciplinar do doente.


UNIDADE DE TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL (UTCC)

Localização: Pavilhão 20
Horário de Funcionamento: Dias Úteis das 8h30 às 16h30
Coordenadora: Prof.ª Dr.ª Catarina Soares

A quem se destina: A todos os utentes do CHPL.
Como aceder: Os pedidos de consulta são feitos através do SClínico. Todos os doentes são alvo de avaliação pelos técnicos da UTCC antes da sua inclusão nos diversos programas.
Os programas de tratamento são administrados de forma individual ou em grupo, consoante a necessidade e/ou adequação do doente.

A Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) é composta por um conjunto de técnicas fundamentadas pelas teorias de aprendizagem e baseada na evidência científica. Trata-se da terapia de escolha, de acordo com as principais linhas de orientação seguidas pelos profissionais de saúde e é utilizada no tratamento de diversas patologias do foro psiquiátrico, nomeadamente nas perturbações de ansiedade (fobias, agorafobia, perturbação de pânico, perturbações obsessivas) e na depressão.

A UTCC foi criada no CHPL em Março de 2018, retomando a tradição do Hospital Júlio de Matos onde foi criado a primeira unidade, posteriormente Serviço de TCC em 1973, pelo Médico Psiquiatra Dr. Afonso de Albuquerque e que se desenvolveu com o apoio científico de especialistas das Universidades de Londres e de Oxford.


Programa para a Perturbação de Pânico

Objetivos:

Psicoeducação (proporcionar toda a informação disponível e relevante sobre a doença) em relação à ansiedade e ao pânico; aprendizagem de técnicas para lidar com o pânico e de estratégias de controlo da ansiedade; fomentar e implementar a exposição aos estímulos ansiogénicos terminando assim as evitações; fomentar a autonomia.

 

Programa Terapêutico para a Depressão

Objetivos: 

Psicoeducação em relação à depressão; aprendizagem de técnicas para lidar com/e corrigir pensamentos automáticos negativos; debater crenças erróneas desadaptativas, substituindo-as por crenças adaptativas e correctas – reestruturação cognitiva; fomentar a retoma das atividades da vida diária e do contexto laboral.

Programa Terapêutico para as Perturbações Obsessivo-Compulsivas (POC)

Objetivos: Psicoeducação (proporcionar todo o conhecimento disponível de modo a desmistificar a doença e promover o auto manejo da mesma); reestruturação cognitiva para as crenças erróneas e técnicas de exposição para o confronto das mesmas; aplicação de técnicas cognitivas tais como a saciação no caso de ruminações persistentes e estruturadas; aplicação de exposição e prevenção de respostas no caso de rituais motores.

O programa de tratamento da POC é aplicado em formato individual e pelo Médico Psiquiatra e Psicólogo Clínico em estreita colaboração. Enquanto frequenta o Programa Terapêutico para a POC o doente é seguido exclusivamente pelo Psiquiatra que integra o programa, retomando as consultas com o seu psiquiatra de referência só quando tiver alta do mesmo.

 

Grupo de Aptidões Sociais

Objetivos: promover competências de relacionamento interpessoal, incluindo capacidade de comunicação e diminuir a ansiedade ou desconforto em situações sociais.

 

Grupo de Psicoeducação para a Perturbação Bipolar

Objetivos: prevenção da recaída através da informação do doente e sua família sobre as características da doença (sintomas, medicação, reconhecimento dos sintomas); trabalhar a aceitação da doença e a melhoria da adesão ao tratamento.

Remediação Cognitiva na Perturbação Bipolar com Recurso a Realidade Virtual

Objetivos: remediar as capacidades cognitivas com consequente melhoria do funcionamento global do doente. Treinar as capacidades necessárias às atividades da vida diária (memória, atenção, concentração, funções executivas) através de exercícios em plataforma da realidade virtual.

Programa CogWeb

Objetivos: melhorar o desempenho cognitivo em pessoas com o diagnóstico de Depressão através de uma ferramenta informatizada; tem como alvo os deficits cognitivos através da prática supervisionada de tarefas específicas, focadas nas funções cognitivas deficitárias.

Unidade de Neuropsicologia

Localização: Pav.17 A
Telefone: 217 917 062
Horário: Dias úteis das 08h00 às 13h00 e das 14h00 às 16h00
Coordenador de Serviço: Prof. Dr. Manuel Domingos

A quem se destina: A doentes portadores de lesão encefálica e/ou com doença psiquiátrica.

Como aceder: Através de pedidos internos e externos (neurologia, neurocirurgia, psiquiatria e medicina geral e familiar).

A Unidade de Neuropsicologia é uma unidade funcional que desenvolve como atividade principal o diagnóstico neuropsicológico e a estimulação/reabilitação dos compromissos da atividade nervosa complexa.


UNIDADE DE TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL (UTCC)

Localização: Pavilhão 20
Horário de Funcionamento: Dias Úteis das 8h30 às 16h30
Coordenadora: Prof.ª Dr.ª Catarina Soares

A quem se destina: A todos os utentes do CHPL.
Como aceder: Os pedidos de consulta são feitos através do SClínico. Todos os doentes são alvo de avaliação pelos técnicos da UTCC antes da sua inclusão nos diversos programas.
Os programas de tratamento são administrados de forma individual ou em grupo, consoante a necessidade e/ou adequação do doente.

A Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) é composta por um conjunto de técnicas fundamentadas pelas teorias de aprendizagem e baseada na evidência científica. Trata-se da terapia de escolha, de acordo com as principais linhas de orientação seguidas pelos profissionais de saúde e é utilizada no tratamento de diversas patologias do foro psiquiátrico, nomeadamente nas perturbações de ansiedade (fobias, agorafobia, perturbação de pânico, perturbações obsessivas) e na depressão.

A UTCC foi criada no CHPL em Março de 2018, retomando a tradição do Hospital Júlio de Matos onde foi criado a primeira unidade, posteriormente Serviço de TCC em 1973, pelo Médico Psiquiatra Dr. Afonso de Albuquerque e que se desenvolveu com o apoio científico de especialistas das Universidades de Londres e de Oxford.


Programa para a Perturbação de Pânico

Objetivos:

Psicoeducação (proporcionar toda a informação disponível e relevante sobre a doença) em relação à ansiedade e ao pânico; aprendizagem de técnicas para lidar com o pânico e de estratégias de controlo da ansiedade; fomentar e implementar a exposição aos estímulos ansiogénicos terminando assim as evitações; fomentar a autonomia.

 

Programa Terapêutico para a Depressão

Objetivos: 

Psicoeducação em relação à depressão; aprendizagem de técnicas para lidar com/e corrigir pensamentos automáticos negativos; debater crenças erróneas desadaptativas, substituindo-as por crenças adaptativas e correctas – reestruturação cognitiva; fomentar a retoma das atividades da vida diária e do contexto laboral.

Programa Terapêutico para as Perturbações Obsessivo-Compulsivas (POC)

Objetivos: Psicoeducação (proporcionar todo o conhecimento disponível de modo a desmistificar a doença e promover o auto manejo da mesma); reestruturação cognitiva para as crenças erróneas e técnicas de exposição para o confronto das mesmas; aplicação de técnicas cognitivas tais como a saciação no caso de ruminações persistentes e estruturadas; aplicação de exposição e prevenção de respostas no caso de rituais motores.

O programa de tratamento da POC é aplicado em formato individual e pelo Médico Psiquiatra e Psicólogo Clínico em estreita colaboração. Enquanto frequenta o Programa Terapêutico para a POC o doente é seguido exclusivamente pelo Psiquiatra que integra o programa, retomando as consultas com o seu psiquiatra de referência só quando tiver alta do mesmo.

 

Grupo de Aptidões Sociais

Objetivos: promover competências de relacionamento interpessoal, incluindo capacidade de comunicação e diminuir a ansiedade ou desconforto em situações sociais.

 

Grupo de Psicoeducação para a Perturbação Bipolar

Objetivos: prevenção da recaída através da informação do doente e sua família sobre as características da doença (sintomas, medicação, reconhecimento dos sintomas); trabalhar a aceitação da doença e a melhoria da adesão ao tratamento.

Remediação Cognitiva na Perturbação Bipolar com Recurso a Realidade Virtual

Objetivos: remediar as capacidades cognitivas com consequente melhoria do funcionamento global do doente. Treinar as capacidades necessárias às atividades da vida diária (memória, atenção, concentração, funções executivas) através de exercícios em plataforma da realidade virtual.

Programa CogWeb

Objetivos: melhorar o desempenho cognitivo em pessoas com o diagnóstico de Depressão através de uma ferramenta informatizada; tem como alvo os deficits cognitivos através da prática supervisionada de tarefas específicas, focadas nas funções cognitivas deficitárias.